#DiaUniversalInfância

23 Novembro 2017

Uma chamada mundial a favor da infância

Em 20 de novembro se celebra em todo o mundo o Dia Universal da Infância e o XVII aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança, aprovada em 1989. Um dia dedicado a todas as crianças do mundo.

Facebook twitter

Um dia de celebração pelos avanços conseguidos (de todos as mudanças reais na vida das crianças), e um dia para chamar a atenção sobre a situação das crianças mais desfavorecidas, dar a conhecer os direitos da infância e conscientizar as pessoas da importância de trabalhar dia a dia por seu bem-estar e desenvolvimento.

As Nações Unidas celebra este Dia Internacional da Criança em homenagem à aprovação da Declaração dos Direitos da Criança em 1959 e a Convenção sobre os Direitos da Criança em 1989, o tratado internacional mais ratificado da história.

O objetivo do Dia Universal da Criança

A ideia fundamental é lembrar a cidadania que as crianças são o coletivo mais vulnerável e portanto quem mais sofre as crises e os problemas do mundo. E é que neste dia mundial se lembra que todas as crianças têm direito à saúde, à educação e à proteção, independentemente do lugar do mundo no qual tenha nascido.

Dedicar um dia internacional à infância também serve para fazer uma chamada mundial sobre as necessidades dos menores e para reconhecer o trabalho das pessoas que todo dia trabalham para que as crianças tenham um futuro melhor. O dia 20 de novembro é portanto, uma ocasião especial para que todo mundo conheça os direitos das crianças e para lembrar a importância de trabalhar para conseguir o bem-estar de todas as crianças do mundo. É um bom dia, para conhecer as diferentes formas de colaborar com as crianças mais vulneráveis, para que os seus direitos sejam reconhecidos e garantir o seu bem-estar e desenvolvimento.

Que os direitos das crianças sejam uma realidade em todos os países, inclusive nos países desenvolvidos. Direito a uma vida saudável, a uma educação de qualidade e a estarem protegidos contra todo tipo de abuso e violência.

Dados. O estado mundial da infância

Todas as crianças têm direito a uma oportunidade justa na vida. Todavia, milhões de crianças em todo o mundo estão presas em um ciclo intergeracional de desvantagem que põe em risco seus futuros e o futuro de suas sociedades.

  • 385 milhões de crianças vivem na pobreza extrema. 1 de cada 4 crianças vive em condições de extrema pobreza, em famílias com rendas menores que 1 euro diário.
  • Em 2014, ao redor de 160 milhões de crianças apresentavam atraso no crescimento.
  • Mais de 120 milhões de crianças em idade escolar não frequentam a escola, em sua maioria meninas.
  • 5,6 milhões de crianças menores de cinco anos morreram no ano passado por causas evitáveis.
  • 1 de cada 12 crianças morre antes dos 5 anos.
  • Cada minuto, uma criança morre por uma doença vinculada à AIDS. Atualmente há 15 milhões de crianças que perderam os seus progenitores por causa da AIDS.
  • 535 milhões de crianças vivem em países afetados por situações de emergência. Seja por conflitos armados ou por desastres naturais.
  • 000 crianças estão servindo a governos ou forças rebeldes como soldados.
  • Mais de 1,8 milhões de crianças e, principalmente, meninas estão submetidas à exploração sexual.
  • A menos que intensifiquemos nossos esforços, em 2030 morrerão 69 milhões de crianças antes de seu quinto aniversário, a maioria em países pobres.